Publicidade

Cadeia do leite em Goiás: uma realidade promissora

Por Pedro Leonardo Rezende

08/08/2023 às 23h37
Por: Redação
Compartilhe:
Pedro Leonardo Rezende é secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Goiás

A realização da Interleite Brasil 2023, nos dias 2 e 3 de agosto, em Goiânia, é uma oportunidade ímpar para celebrarmos e refletirmos sobre o notável desenvolvimento da cadeia do leite em Goiás. De importância estratégica para o nosso estado, essa cadeia produtiva tem alcançado resultados expressivos graças a parcerias e investimentos sólidos, como os recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO Rural). De 2019 a 2023, foram aprovados R$ 73,7 milhões em recursos, beneficiando empreendimentos em 49 municípios goianos, impulsionando a produção leiteira e fortalecendo a economia regional.

Outros números reforçam esse potencial leiteiro de Goiás e a sua relevância no cenário nacional. Segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apenas no primeiro trimestre de 2023, nosso estado registrou de 533,0 milhões de litros de leite industrializado, conquistando a sexta posição no ranking dos maiores produtores do país, com 9,1% da produção nacional. Além disso, o Valor Bruto da Produção de Leite estimado para 2023 é de R$ 5,7 bilhões, um crescimento de 5,4% em relação ao ano anterior, o que demonstra a pujança e o potencial de crescimento da atividade em nosso território.

A projeção do mercado internacional também é uma realidade importante para o setor leiteiro em Goiás. De janeiro a junho deste ano, segundo dados do Ministério da Economia, o estado exportou 149,9 toneladas e alcançou a marca de US$ 521,5 mil em produtos lácteos. Os compradores foram o Chile, responsável por 53,2% das exportações, e os Estados Unidos, com 46,8% do total. Esses dados comprovam a qualidade e a competitividade dos produtos lácteos goianos no mercado global, o que abre novas oportunidades para os produtores locais e fortalece a nossa presença no cenário internacional.

Os avanços na cadeia do leite em Goiás são frutos de esforços coletivos, que envolvem produtores, indústria, governo e a sociedade como um todo. Nesse contexto, é fundamental destacar o papel do Governo de Goiás, que, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), tem trabalhado de forma incansável para promover ações de incentivo à produção leiteira, estimulando investimentos e aprimorando a infraestrutura e logística para escoamento da produção. Acreditamos no potencial do setor e estamos comprometidos em proporcionar um ambiente favorável ao crescimento contínuo da cadeia do leite em nosso estado.

O desenvolvimento da cadeia de produtos lácteos em Goiás é uma realidade promissora, impulsionada por investimentos estratégicos, parcerias sólidas e pelo comprometimento de todos os envolvidos. Os números recentes demonstram a consolidação do estado como um dos grandes produtores nacionais, abrindo também oportunidades no mercado global. Com certeza aproveitaremos a Interleite Brasil 2023 para refletirmos sobre nossas conquistas e traçarmos caminhos para um futuro ainda mais próspero para a cadeia do leite em Goiás.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários