Publicidade

Serviços digitais para o produtor rural trazem comodidade ao campo

Portal já é uma realidade; próximo passo é o uso de inteligência artificial

12/04/2024 às 22h16
Por: Redação Fonte: Secom Minas Gerais
Compartilhe:
Freepik
Freepik

Seguindo as tendências da atualidade, o agronegócio tem utilizado cada vez mais a tecnologia em seu favor. Além do produtor rural, que já utiliza a Internet para os mais diversos fins como comunicação e gerenciamento de suas propriedades, o Governo de Minas também tem inovado com soluções para o agropecuarista. 

Hoje, o produtor mineiro já conta com o Portal de Serviços do Produtor Rural para atualização anual de dados do rebanho, emissão de guias para trânsito e ficha sanitária animal, serviço oferecido pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) , autarquia vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) . O órgão ainda planeja a construção de um novo sistema que, por meio de inteligência artificial, vai auxiliar na defesa agropecuária do estado. 

O acesso ao Portal pode ser solicitado por e-mail a partir do envio de documentos de identificação, comprovante de endereço e foto do solicitante segurando seu documento de identidade, uma forma de garantir a segurança do usuário. Além de poder solicitar o acesso por meio digital, o produtor ainda pode se dirigir a qualquer escritório do IMA, presente em todo o estado, para conseguir sua senha presencialmente. 

Mais informações podem ser obtidas no site do IMA .

Novas tecnologias 

Além do Portal de Serviços do Produtor Rural, o IMA está em processo de compra de drones para monitoramento da produção agropecuária do estado, o que vai facilitar o controle sanitário. 

Também está prevista a contratação de serviço de rastreamento de frota, que permitirá informar ao técnico mais próximo que uma propriedade tem suspeita de foco de uma enfermidade, fazendo com que o atendimento seja mais rápido e efetivo.

O novo sistema, que será construído a partir de um convênio com a Universidade Federal de Lavras (Ufla), também vai subsidiar os técnicos do órgão com informações apuradas para as operações fiscais nas estradas mineiras. 
 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários