Publicidade

Hospital de Jataí participa de mutirão de cirurgias eletivas em Goiás

Cerca de 900 procedimentos de média complexidade serão realizados em unidades hospitalares do Estado, entre os quais o e Hospital Estadual de Jataí Dr. Serafim de Carvalho (HEJ)

04/06/2024 às 05h07
Por: SITE
Compartilhe:
Hospital Estadual de Jataí Dr. Serafim de Carvalho participa de mutirão de cirurgias eletivas em Goiás — Foto: Reprodução.
Hospital Estadual de Jataí Dr. Serafim de Carvalho participa de mutirão de cirurgias eletivas em Goiás — Foto: Reprodução.

REDAÇÃO

Desde o início do Programa de Redução de Filas para Cirurgias Eletivas, Goiás já diminuiu a fila em 66,73%, com a execução de mais de 180,6 mil procedimentos. O programa nacional tem sido bem-sucedido no Estado, que tem alcançado números recordes em cirurgias ambulatoriais e de urgência. Em 2022, a fila contava com 125.894 pacientes à espera, e em maio deste ano esse número diminuiu para 74.957 pessoas ainda aguardando. “Essa fila de espera por procedimentos está diminuindo. Estamos nos esforçando para dar continuidade bem-sucedida ao programa em 2024”, afirmou Amanda Limongi, superintendente da Central da Regulação Estadual.

O reforço está sendo feito também por meio de projetos parlamentares. Neste mês, a deputada federal Flávia Morais destina uma emenda no valor de R$ 5,6 milhões para dar continuidade ao programa com a realização de um mutirão de cirurgias, que vai começar no Hospital Estadual de Trindade Walda Ferreira dos Santos (Hetrin), e ainda atenderá outras unidades, entre elas: Hospital Estadual de Jataí Dr. Serafim de Carvalho (HEJ), o Hospital Estadual Centro-Norte (HCN), Hospital Estadual de São Luís de Montes Belos Dr. Geraldo Landó.

Em 3 de junho, o Hetrin começa a preparar os 330 pacientes que passarão por cirurgias gerais, vascular e ginecológica de média complexidade a partir de julho. Nas quatro unidades, serão realizados um total de 870 procedimentos de média complexidade durante o período do mutirão.

Programa

O Governo Federal destinou R$ 600 milhões para o Programa Nacional de Redução de Filas de Cirurgias Eletivas para a realização dos procedimentos cirúrgicos em todos os Estados. Deste montante, R$ 20 milhões foram direcionados para Goiás, e o Governo do Estado concedeu mais R$ 20 milhões, direcionando todo o recurso para a realização das cirurgias nos municípios.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários