Publicidade

Filha denuncia pai por manter esposa em cárcere privado em Rio Verde

Vítima contou que vinha sofrendo agressões físicas e psicológicas do marido e temia por sua vida e pela da filha

10/07/2024 às 05h08
Por: SITE
Compartilhe:
Vítima contou que vinha sofrendo agressões físicas e psicológicas do marido e temia por sua vida e pela da filha — Foto: Guarda Municipal / Rio Verde.
Vítima contou que vinha sofrendo agressões físicas e psicológicas do marido e temia por sua vida e pela da filha — Foto: Guarda Municipal / Rio Verde.

REDAÇÃO

Um homem foi detido pela Guarda Civil Municipal (GCM) depois que sua filha, de 11 anos, o denunciou por manter a esposa em cárcere privado e sob violência em uma casa no Jardim Goiás, em Rio Verde, Goiás.

Segundo o relato, a criança, exausta da situação, procurou ajuda em um estabelecimento comercial, alegando que seu pai estava agredindo sua mãe e ameaçando matar ambas.

Quando acionada, a GCM encontrou a menina visivelmente abalada e em estado de choque. A equipe seguiu até a residência, onde encontrou o suspeito no quarto com a esposa.

A mãe da criança, também em estado de choque, chorando e tremendo, contou aos agentes da GCM que vinha sofrendo agressões físicas e psicológicas do marido e temia por sua vida e pela da filha. Além de querer prestar queixa contra o suspeito, um vizinho que ouvia os gritos também acompanhou a equipe para testemunhar em favor da vítima.

A esposa do suspeito revelou à GCM que era impedida de sair de casa, inclusive para trabalhar, e que às vezes era agredida com um facão pelo marido.

Ao serem questionadas sobre a presença de objetos ilícitos na casa, uma das vítimas, sem falar, apontou para a polícia onde estavam diversas réplicas de armas tipo airsoft e chumbinho, além de um revólver, uma pistola, uma carabina de pressão, um rifle, quatro facas, um facão, uma machadinha, duas miras telescópicas e um bastão retrátil de ferro. Esses itens eram usados pelo pai para intimidar e controlar as vítimas. A casa estava equipada com várias câmeras de vigilância que ele utilizava para monitorar a esposa e a filha.

O homem foi preso e levado para a Delegacia Regional da Polícia Civil, sendo enquadrado pelos crimes de sequestro, cárcere privado e violência psicológica e física. Todo o arsenal foi apreendido pela polícia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários