Publicidade

Ilha da Imaginação cultiva talentos e transforma vidas em São Simão

O programa tem impactado positivamente a comunidade de São Simão e região, oferecendo cursos e oficinas que educam e descobrem jovens talentos

11/07/2024 às 05h08
Por: SITE
Compartilhe:
Programa oferece cursos e oficinas que educam e descobrem jovens talentos – Foto: Acervo Ilha da Imaginação
Programa oferece cursos e oficinas que educam e descobrem jovens talentos – Foto: Acervo Ilha da Imaginação

REDAÇÃO

O Ilha da Imaginação celebra seu sexto ano de atividades em 2024 com conquistas significativas, reafirmando seu compromisso em capacitar crianças e adolescentes por meio da cultura, leitura, audiovisual e agora também oferecendo aulas de teatro para descobrir e desenvolver ainda mais talentos.

Desde sua criação, o programa tem impactado positivamente a comunidade de São Simão e região, oferecendo cursos e oficinas que não apenas educam, mas também inspiram e descobrem jovens talentos.

O Ilha da Imaginação mantém cursos fixos que alcançam 595 alunos diretamente na cidade de São Simão, Goiás. Um dos grandes marcos do programa é a produção de mais de 170 filmes pelos próprios alunos, demonstrando não apenas o aprendizado adquirido, mas também a criatividade e habilidades desenvolvidas ao longo do processo.

Ao final do ano, os filmes produzidos durante os cursos são exibidos em um evento especial conhecido como "IMAGILHA", celebrando as conquistas dos alunos e compartilhando suas histórias com a comunidade.

As oficinas itinerantes percorrem nove municípios e já impactaram mais de 50 mil alunos em mais de 120 escolas participantes. O projeto também distribuiu mais de 50 mil livros em suas iniciativas de incentivo à leitura.

Danielle Cabral, coordenadora do Ilha da Imaginação, que destacou a importância do projeto na formação integral dos jovens da região. “São dois pilares nesse projeto: o incentivo à leitura e a capacitação técnica para desenvolver animações em 2D e 3D. Essas habilidades são exercidas em softwares específicos durante aulas de 3 horas, duas vezes por semana, para crianças e adolescentes de 8 a 17 anos.”

O curso visa capacitar os alunos para o mercado de trabalho na criação de peças audiovisuais. Para os alunos que se destacam durante o curso, há a possibilidade de contratação ao término do período de capacitação.

O projeto inclui alunos com diversas deficiências, com salas adaptadas e acolhedoras. O curso é gratuito e apoia as famílias dos alunos com vários programas socioculturais. Para participar, os alunos precisam estar na rede pública de ensino, ser alfabetizados e ter disponibilidade para assistir às aulas. Eles recebem uniforme, lanche e transporte, garantindo acesso igualitário às atividades propostas durante os quatro anos de formação.

Em comemoração ao sucesso do Ilha da Imaginação, foi implementado o curso de teatro, que acontece durante uma semana ao mês. Isso visa melhorar o desenvolvimento no audiovisual e buscar a capacitação individual dos alunos.

Contribuindo para a aquisição da linguagem, desenvolvimento da autonomia, estimulando habilidades cognitivas e de observação, trabalhando a oralidade, o lúdico e a imaginação, o curso de teatro é ministrado pelo professor José Renato Forner, também conhecido como Zé Renato, ator e diretor com mais de 50 espetáculos teatrais no currículo.

Para o DM, Zé Renato explicou que, “O projeto tem duas frentes muito fortes: o incentivo à leitura e o aprendizado com animação. O teatro conversa bem com essas áreas, porque a leitura oferece liberdade de impressão e o teatro contribui com a expressão. O que é absorvido pela leitura em imaginação e criatividade, o teatro ajuda a colocar para fora.”

“Nós nos apoiamos em três pilares: dinâmicas de grupo através de jogos teatrais, jogos de expressão do corpo e da voz. Junto com a leitura e a criatividade da animação, o teatro traz uma brincadeira coletiva. Esse é o grande trunfo do teatro: poder brincar, essencial para a formação, e através dessas brincadeiras coletivas, nos expressar,” completou.

O Ilha da Imaginação já descobriu talentos e encaminhou vários alunos para o mercado audiovisual. Alguns permanecem no Ilha, contratados como monitores e professores. Um dos jovens que se destacou foi Ezequiel, que fez o curso no Ilha, mora no Rio de Janeiro e trabalha para uma empresa norte-americana. Entre suas criações está um personagem de sucesso na TV fechada.

O projeto incentiva a produção coletiva para que os jovens adquiram experiências dentro das habilidades desenvolvidas e assim tenham mais êxito profissional. Muitos dos filmes dos alunos participam de premiações em editais externos e vários já foram premiados.

Com iniciativas que vão além do ensino tradicional, o Ilha da Imaginação se consolida como um modelo de sucesso na promoção da cultura, educação e inclusão social, deixando um legado valioso para as futuras gerações de São Simão e além.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários